Mais um final de semana, com você

Faz algum tempo desde que nos conhecemos, não é?

Desde então eu tenho revisto certas coisas, mas algumas não mudaram, como as promessas que fiz a mim sobre você: “Eu assumirei as suas dores e os seus temores, assim como tomarei para mim os seus medos, e os seus sonhos”.

E de tudo isso só espero poder manter o café sempre quente, meio aguado e com muito açúcar, do jeito que você gosta; tentar deixar a cama arrumada para os dias em que chegar muito cansado e meu peito aberto, para quando precisar de afago.

Você provavelmente não presta atenção nestas pequenas coisas, mas como boa egoísta que sou, absorvo, pois não quero precisar viver um dia se quer sem o seu gosto, a forma como encontrei de tornar estes dias, realidade, é transformando o meu quarto no lugar que você sempre deseje voltar.